Trace: » Você acabou de instar o GLPI ... mas o que vem depois?

Você acabou de instar o GLPI ... mas o que vem depois?

Este artigo irá ajudá-lo a iniciar rapidamente o uso do GLPI

I) Usuários

O instalador do GLPI cria automaticamente vários usuários padrão. Nós aconselhamos que você os mude o mais rapidamente possível para adicionar usuários que pode se conectar a interface GPLI.

Para fazer isso, vá em “Administração” no menu e em seguida:

  • Clique no menu “Usuários”
  • Adicionar usuário
  • Insira as informações sobre esse usuário

“Post-only” usuários podem registrar os tickets através do módulo de helpdesk.

“Normal” usuários têm acesso a informações sobre o inventário, mas em modo somente leitura: eles não podem modificar ou acrescentar dados. Este tipo de usuário é mais dedicado a um gerente que precisa de relatórios e estatísticas.

“Admin” os usuários têm os mesmos direitos como usuários “normal”, mas também podem adicionar, alterar e excluir dados. Este tipo de usuário é mais dedicado a um técnico que trabalha diariamente com o GLPI.

“Super-admin” usuários tem os mesmos direitos que “admin” mas podem configurar a aplicação, fazer backup da base de dados, restaura-la, etc. Este tipo de usuário é mais dedicado a um “gestor de TI” ou um gerente de aplicativos que tem todas as permissões.

II) Coletar dados

Antes de começar a inserir o seu inventário, é necessário recolher algumas informações que serão úteis durante a digitação.

Informações técnicas:

  • Sobre materiais
  • Sobre o software
  • Sobre redes

- …

As informações financeiras e de vendas:

  • O preço de compra
  • A data de compra
  • A data da primeira utilização
  • Referência do inventário

- …

Informações comerciais:

  • Fornecedor (endereço, …)
  • Fabricante

- …

III) Títulos

Você tem que indicar ao GLPI algumas informações que estarão disponíveis a partir de diferentes listas drop down.

As informações que têm de ser inscritas a partir do menu “Administração”: - “Configuração” - “Títulos”

Os títulos correspondem às especificidades de seus materiais.

sites → por exemplo “Departamento de vendas”, filho de “Setor mãe da companhia” máquinas tipo → workstation, laptop, mac, servidor, …

IV) Empresas

Para atribuir um fornecedor a um material, você já deve ter criado uma entrada de empresa para o fornecedor.

Isso pode ser feito através do menu “Gerência”:

  • Empresas
  • Adicionar uma nova empresa

V) Templates

Modelos devem ser criados em primeiro lugar, a fim de evitar tarefas repetitivas de materiais ou software

Este é um dos recursos mais utilizados quando o pool de materiais é bastante homogêneo.

Não se esqueça de preparar as informações que serão as mesmas em cada item de inventário (local, tipo, técnico responsável, OS, fornecedor …)

Aqui está um exemplo do template de um computador no menu “Inventário”:

  • Clique em “Computadores”

- “Gerenciar modelos…”

  • Adicionar modelo…
  • Digite o nome do modelo
  • Introduza as informações (que você já tenha coletado)

VI) Inventário

Agora você pode digitar os dados do seu equipamento. Você pode usar modelos para facilitar sua tarefa.

Você pode configurar uma coleção de inventários automatizada com o OCSInventory, então os dados dos seus computadores e softwares instalados serão coletados e atualizados automaticamente.

Para mais informações sobre como gerenciar o ciclo de vida refira-se a este artigo de ciclo de vida de equipamentos, Para mais informações sobre OCSinventory veja a OCSNG-FAQ.

Boa Sorte