Trace: » Consola central de ajuda

Consola central de ajuda

1 - Consola central

a) Informações gerais

A consola central de ajuda apresenta uma curta e parametrização sumária dos conteúdos GLPI.

Na consola de recepção centra, pode encontrar os progressos das suas senhas, as senhas pendentes, as actualizações das senhas, o seu planeamento, sistema de notas públicas e pessoais (descrito mais á frente) e últimos eventos.

Pode especificar o número de eventos registado a serem visualizados ou escolher a máscara de selecção de últimos eventos, especificando 0 na configuração (Administração - Configuração - Visualização da configuração - Número de eventos a serem visualizados).

Pode escolher visualizar ( ou não ) na consola central, novas (sem atribuição) senhas. Procurar configuração (Administração - Configuração - Visualizar configuração - Visualizar novas senhas ao registar-se). Elas podem ser exportadas para o formato PDF ou SYLK directamente da consola central.

a) Notas públicas e pessoais

Na consola de recepção central, tem acesso um sistema de notas pessoais e públicas.

- Notas pessoais : Estão visíveis apenas para voçe. Pode as planear. Uma vez planeadas elas vão para a sua tabela de planeamento.

- Notas públicas : Apenas utilizadores super-admin podem criar notas públicas. Todos os utilizadores que tenham acesso central as poderão visuzaliar.

2 - Secção de inventório

a) Informações gerais

Na secção de inventório, poderá listar e consultar o inventário do parque existente a nível de hardware e software.

Tem a possibilidade de seleccionar e ordenar as colunas relevantes de hardware ou software que lhe aparecem, apartir da listagem completa. Esta opção poderá ser configurada em Administração secção / Configuração / Configuração das listagens / Listagem dos campos de pesquisa prédefinidos (descrito mais adiante na secção de administração).

Pode efectuar multiplas pesquisas parametrizadas e ordenadas em cada um dos tipos de inventário (computadores, redes, impressoras, monitores, periféricos, telefones, softwares e situação). Pode igualmente efectuar pesquisas de critérios multiplos, que lhe possibilitam visualizar por exemplo : apenas items contendo apenas um determinado software, ainda com um critério global de pesquisa global search criteria. Tem ainda a possibilidade de visualizar apenas os elementos marcados para eliminação, para restaurar ou purga-los.

Attention Aviso : Para pesquisa de data, por favor use apenas a seguinte sintaxe : [Ano]-[Mês]-[Dia]

Pode exportar directamente a lista do seu equipamento/softwares ou resultado das suas pesquisas com o formato SYLK (folha de cálculo) export slk or with PDF format export pdf de duas formas diferentes : Visualizar em PDF ou exportar em SLK : Exportar apenas o número de linhas que definiu na caixa de selecção criada para este propósito, Completa visualização em PDF ou exportação em SLK : Exportar lista completa de elementos.

Explicação : Excel, OpenOffice (Sylk)

GLPI pode gerar relatório por tipo de equipamento para a folha de cálculo. Para tal, GLPI é capaz de gerar tipos de ficheiro SYLK . Este formato é usado por muitas folhas de cálculo.

Se usa um programa que não respeita plenamente a norma (por exemplo o Excel), os campos que sejam demasiado longos serão cortados.

Além disso um sistema de alteração massiça, permite-lhe efectuar alterações em todos os equipamentos que seleccionou.

Aqui, pode afixar o formulário contendo informação precisa de cada item indexado, ou adicionar um item.

Tem então a possibilidade de modificar ou eliminar cada item.

Em cada formulário de informação, encontram-se disponíveis mitras para obter listagens mais legiveis de vários campos. Pode escolher listar todos os campos, seleccionando na mitra “Todos”.

A mitra “Notas” fornece um campo de texto livre para armazenar qualquer outra informação do equipamento.

A mitra “Historial” torna possível visualizar todas as alterações feitas na descrição do equipamento relativo por exemplo a dispositivos internos (válido apenas para computadores).

A mitra “OCS-NG” (aparecendo apenas se activar o modo OCS-NG no GLPI) permite-lhe visualizar so campos que alterou depois de importar o seu material e que consequentemente serão bloqueados (logo não serão eliminados) durante a próxima sincronização com OCS-NG.

Mitras précédent e suivant permite-lhe navegar dentro dos elementos do inventário enquanto vai para escolha de elemento “precedente” ou “seguinte” de acordo com o seu ID ou os seus nomes. (Parametrização na Secção de Administração / Configuração / Visualizar a Configuração).

Para monitores, periféricos e telefones, pode gerir os elementos por unidade ou gestão global. A gestão de unidade corresponde á gestão tradicional (um monitor por computador) enquanto na gestão global, o monitor, o periférico ou telefone tornam-se elementos globais virtuais que serão ligados a vários computadores. A gestão global permite-lhe limitar o número de elementos a serem geridos, se eles não constituem dados estratégicos para a gestão dos dados relacionados ao parque informático.

b) Gestão de documentos padrão

Para alguns elementos do inventário pode criar novos elementos usando documentos padrão.

Estes documentos padrão permitem-lhe definir uma norma de configuração para o seu parque informático. Será então muito simples adicionar um grande número de elementos identicos.

c) Gestão de dispositivos internos

Desde GLPI 0.5, que o conceito de dispositivo interno surgiu. Permite-lhe adicionar novo equipamento ao computador.

Pode gerir a lista de dispositivos internos do seu parque na secção : Administração / Configuração / Dispositivos internos

Para alguns tipos de dispositivos internos pode especificar características próprias (Por exemplo : Capacidade do disco rígido).

Alguma remoção ou adição no dispositivo interno seŕa automáticamente refletida no historial.

d) Gestão de ligações directas

A ligação directa torna possível o modelo de relação entre a unidade de processamento central do computador e componentes exteriores.

Uma ligação directa pode ser feita entre um computadore e uma impressora, monitor, periférico exterior ou um telefóne.

As ligações ou interrupção de ligações são feitas apartir da página do computador, ou da página do componente aonde o computador vai ser ligado.

e) Gestão de portas de rede

A porta de rede torna possível criar um modelo de interface de rede em um determinado equipamento.

Cada porta tem por princípio um endereço IP, endereço MAC e um ponto de rede ao qual se liga.

As ligações de rede são feitas ligando-se duas portas. Para ligar dois equipamentos entre si, eles precisam de ter uma porta livre.

O mais comum nas configurações, as ligações serão feitas entre uma porta de rede em um computador, dispositivos de visualização ou uma impressora e a porta de rede em um equipamento de rede (hub, switch).

No momento da ligação entre os 2 equipamentos, informações como endereço IP ou ponto de rede são actualizados de forma a ficarem iguais, nas duas portas.

Para cada material é possível adicionar uma ou várias portas.

Pode ainda associar uma ou mais VLANs (Virtual LAN) a uma porta. Na página de edição de uma porta pode adicionar ou remover VLANs associadas à porta.

f) Gestão de software

Software pode ter várias licenças tendo, cada uma, um número de série associado e data em que expira.

A instalação de software é feita apartir da página de um computador.

Cada vez que um software é instalado, o número de licenças disponíveis para este software descresce automaticamente.

É possível instalar o software, mesmo sem que uma licença esteja disponível; uma licença definida como “a comprar” será criada automaticamente.

Para software livre, é possível indicar a palavra chave “livre” como número de série quando adiciona uma nova licença de software. Esta licença é instalada sem preocupação do número de licenças.

É igualmente possível indicar a palavra chave “global” como número de série se possui uma licença global (empresa). Pode o instalar em um número ilimitado de computadores.

É possível adicionar várias licenças de uma só vez. O número de série e data de termino serão o mesmo para cada licença adicionada.

Pode categorizar o software de acordo se eles são OEM, comprados ou até uma actualização de software existente.

Gestão financeira é feita ao nível das licenças quando elas são atribuidas. Para este tipo de elemento, informações financeiras é apenas um modelo para os elementos que irá adicionar.

g) Gestão de consumíveis e cartuchos

Para esses dois elementos, é necessário que efectue primeiro a criação do tipo de cartucho e consumível.

Então, poderá adicionar os elementos que desejar deste tipo, na página correspondente.

Para os cartuchos, o tipo de cartucho tem de ser definido compatível com modelos de impressoras, por forma a que seja possível adicionar os cartuchos às impressoras que têm o respectivo modelo.

Pode igualmente indicar a quem fornece os consumíveis.

Gestão financeira é feita a nível dos elementos e não do seu tipo. Para este tipo de elemento, informações financeiras são apenas um modelo para os elementos que irá adicionar.

h) Gestão de estado

Nesta secção pode ver o estado do seu equipamento.

Para aplicar o estado do equipamento basta ir à página do equipamento ou usar o sistema de alteração em grupo.

3 - Secção de assistência técnica

a) Senhas

O módulo de senhas permite-lhe listar as senhas existentes, e eventualmente filtradas por diferentes critérios.

Pode consultar :

  • Apenas as novas senhas atribuidas.
  • Apenas as senhas que tem atribuidas.
  • Apenas senhas planeadas.
  • Apenas senhas pendentes.
  • Senhas ainda em aberto.
  • Senhas fechadas e resolvidas.
  • Senhas fechadas por resolver.

E mais geral :

  • Senhas em aberto (atribuidas ou planeadas).
  • Senhas por fechar (todas as senhas excepto as fechadas).
  • Senhas fechadas (resolvidas ou não).
  • Todas as senhas.

Estão disponíveis duas formas de pesquisa : Básica e Avançada. O modo avançado permite-lhe melhorar o filtro nas suas pesquisas. Pode procurar senhas apartir de uma descrição ou identificador de equipamento. Pode filtrar os resultados da presquisa por categorias, usando a caixa de selecção múltipla. Para adicionar ou modificar as categorias, por favor reveja a secção de Administração, sobre o tema Caixas de selecção.

Quando sejam encontradas senhas que correspondam á sua busca, GLPI visualiza uma tabela mostrando as senhas. As seguintes informações são fornecidas para cada senha : estado (novo, atribuido, planeado, pendente, encerrado, resolvido ou não), número de identificação (ID), data de abertura e fecho, nível de prioridade, autor da senha, nome da pessoa a quem a senha foi atribuida, material associado, categoria, descrição e informações de actualizações da senha.

A informação que se segue, irá permitir-lhe uma melhor compreenção da situação de uma senha :

nouveau Nova assign� Atribuida planifi� Planeada en attente Pendente ferm� (non r�solu) Fechado por resolver ferm� (r�solu) Fechado e resolvida

Pode ainda visualizar informação de actualizações para cada bilhete directamente na tabela, usando a caixa de selecção.

Pode aceder a informação mais detalhada, seleccionando cada um desses diferentes elementos.

Para adicionar a uma senha informação de actualização, ou para modificar uma senha, tem de pressionar o link “Informação”. Ele mostra um completo historial da senha. Pode ainda adicionar elementos de actualização através da secção “Adicionar nova actualização”. Para modificar um elemento existente, seleccione directamente a parte descritiva desse elemento.

A um utilizador de afixação apenas, poderá ser permitido adicionar novas actualizações na senha. (Administração - Configuração - Configuração Geral - Permitir a utilizadores com direitos de apenas afixação, adicionar actualizações).

Pode atribuir uma senha ao seu técnico ou a um externo, de uma companhia externa com a qual tenha um contrato de serviços.

Pode definir os tempos de intervenção (data, duração, tempo de ínicio) para uma determninada senha. O seu planeamento será automáticamente actualizado.

Aqui tem uma lista do que pode exactamente planear : - Custo humano : O custo da mão de obra durante uma hora, - Custo fixo : (opcional) quantidade que pode substituir o tempo de custo (caso de uma senha com contrato de preço fixo) ou que é adicionado custo humano se existe um preço padrão para a intervenção, - Custo de equipamento : custo das peças necessárias para a intervenção.

Todos esses custo são adicionados ao custo total, que depois é reportado ao cálculo TCO (Custo Total de Propriedade): Custo de equipamento + custo de intervenção (que pode ser consultado nas informações financeiras de equipamento).

Uma vez que a senha esteja resolvida, pode a fechar e eventualmente indicar a duração da intervenção usando a secção “Adicionar actualização” ou directamente no sumário da senha na caixa de selecção da lista de estados. Senhas fechadas

Pode reabrir uma senha previamente fechada. Apenas tem de seleccionar o estado da senha da caixa de selecção : Nova ou Aberta (atribuida).

Pode apagar senhas fechadas se não as deseja manter na base de dados. Apenas seleccione a caixa de estado e pressione em “Eliminar” na lista de senhas.

AttentionAVISO : As caixas de selecção para eliminar elementos são visualizadas apenas para senhas que se encontrem fechadas. b) Suporte

O módulo de suporte é usado na introdução de uma nova senha. Pode ser usado por todo o tipo de utilizadores.

Senha pode ser introduzida como nova ou histórica (já com estado de fechada e resolvida).

A prioridade do problema, o material corrompido ou software, tipo de intervenção, autor, atribuição e duração total da intervenção (útil para senhas com história) são campo que podem ser especificados.

Se activou o endereço electrónico na configuração do GLPI, um campo adicional encontra-se disponível para introduzir o endereço electrónico do queixoso.

Poderá encontrar as senhas introduzidas na página do módulo GLPI, senhas. c) Planeamento

O planeamento permite-lhe encontrar intervenções ou notas feitas para os tempos de intervenção planeados.

Pode efetctuar o carregamento deste planeamento no formato ical ou efectuar sincronização Webcal.

« iCalendar » é um formato de troca para transferir marcações.

Originalmente é um formato de importação/exportação de marcações criado pelo consórcio Aple/AT&T/IBM/Siemens e usado principalmente pela aplicação Mac, iCal.

http://www.apple.com/macosx/features/ical/

A ideia de reutilizar este formato de troca foi adoptado por alguns programas de calendários, como por exemplo Mozilla.

http://www.mozilla.org/projects/calendar/ d) Estatísticas

O GLPI oferece-lhe a possibilidade de ver estatísticas baseadas em diferentes critérios. Para cada um deles tem uma tabela sumária e/ou um gráfico.

  • Estatísticas globais
  • Estatísticas por técnico
  • Estatísticas por empresa
  • Estatísticas por título (características dos computadores)
  • Estatísticas por utilizador
  • Estatísticas por grupo
  • Estatísticas por prioridade

Para cada elemento, as seguintes informação são fornecidas :

  • Número total de senhas
  • Número de senhas por resolver
  • Atraso médio na resolução de um problema
  • Atraso máximo na resolução de um problema
  • Tempo médio na resolução de senhas
  • Tempo médio na resolução de problemas
  • Atraso mínimo no tratamento de senhas
  • Atraso médio no tratamento de senhas

4 - Secção de gestão a) Contactos

Pode introduzir todos os seus vários contactos nesta secção e classificá-los de acordo com os seus tipos (configurável em Configuração / Caixas de selecção). Portanto poderá associar contactos a empresas. b) Empresas

Nesta secção, define as empresas usadas pelo GLPI.

Contactos são associados a empresas.

As empresas podem ser associadas a contractos e eles defindem caixas de selecção de terceiro partido.

Para modificar um caixa de selecção do tipo terceiro partido, diriga-se á secção de Administração e Configuração sob Caixas de selecção.

Attention AVISO : Se definir um endereçõ de internet para a empresa, não se esqueça de http:// no ínicio do endereço. c) Contratos

Nesta secção, pode gerir todos os contratos de diversos tipos que estão relacionados com equipamento. Os tipos de possíveis contratos são : empréstimo, contrato, leasing, seguro, manutenção central de hardware e software, serviços.

Pode então ligar os contratos criados com o elementos de inventário, apartir da página de contratos ou de inventário. d) Documentos

Esta secção permite-lhe armazenar electrónicamente documentos ou endereços de internet ordenados de acordo com os vários tipos. Um documento pode ser associado com qualquer equipamento ou software do inventário tal como a questões da base de dados de conhecimento ( FAQ ).

Para adicionar ou modificar a lista de tipos, use a secção de administração e Configuração sob a opção de Caixas de selecção.

O tipo de documentos autorizados pelo GLPI (de acordo com a sua extensão) são definidos em Administração / Configuração / Tipo de Documentos. 5 - Secção de Ferramentos a) Reservas

Esta secção mostra o equipamento que pode reservar e permite o utilizador reserva esse mesmo esquipamento.

Pode adicionar comentários a equipamento que encontra-se disponível para reserva. Para tal, seleccione o botão “Modificar comentário”.

Para permitir utilizadores reservarem equipamento, apenas precisa de seleccionar a opção “Autorizar empréstimo” na sua página de descrição.

Para utilizadores com capacidade de “Suporte”, encontra-se disponível a secção “Reserva de Material”. Podem igualmente efectuar reserva de equipamento por um determinado periodo de tempo ( por utilizador ). b) Base de dados de conhecimento ( FAQ )

A base de dados de conhecimento tem dois objectivos centrais : Primeiro é centralizar o conhecimento interno para os diferentes técnicos. O segundo é fornecer aos utilizadores informaçõse que lhes permitam resolver problemas simples (FAQ pública).

Apenas entradas públicas da FAQ podem ser consultadas por utilizadores. Outras entradas podem apenas ser consultadas na consola centra por técnicos.

Pode criar categorias e subcategorias de forma a melhor organizar as entradas da base de dados (pode o fazer em Administração / Configuração / Caixas de selecção). É igualmente simples encontrar informação necessária para a resolução de problemas.

Pode usar etiquetas para a formatação do texto.

As seguintes etiquetas mudam a aparência do texto :

  [b]Texto Booleano[/b] cria texto em booleano
  [u]Texto sublinhado[/u] cria texto em sublinhado
  [s]Texto traçado[/s] cria texto em traçado
  [i]Texto itálico[/i] cria texto em itálico
  [color=#FF0000]Texto vermelho[/color] cria texto em vermelho
  [g]Título[/g] cria Título
  [c]Texto centrado[/c] cria

texto centrado

Para criar ligações para outros documentos ou email, use as seguintes etiquetas :

  http://glpi.indepnet.org cria http://glpi.indepnet.org
  [email]myname@mydocentral.com[/email] cria myname@mydocentral.com
  [email=myname@mydocentral.com]O meu endereço de email[/email] cria My email address

Se deseja adicionar aglum código fonte, utilize e etiqueta CODE. Esta etiqueta supera qualquer outra. Se usar outra etiqueta dentra da etiqueta CODE, ela será ignorada.

  [code]Aqui encontra-se um código de exemplo.[/code]

produz o seguinte :

Código:

Aqui encontra-se um código de exemplo.

c) Relatórios

GLPI pode gerar diferentes relatórios :

  • Relatório predefenido :
    Equipamento e software referenciado.
  * Equipamento sob contrato de serviços externos :
    É possível manter informação detalhada por cada equipamento e por data de compra. Selecção múltipla encontra-se disponível.
  * Relatório anual :
    Relatório de equipamento por um ou mais anos. Selecção múltipla encontra-se disponível.
  * Relatório de redes :
    Informação sobre a sua rede por local, switches, portas de ligação.
  * Relatório de informações de vendas :
    Sumário de informação de vendas para computadores, impressoras, equipamento de rede, monitores e periféricos.
  * Relatório de outras informações de vendas :
    Sumário de informação de vendas para toner de impressoras, licenças de software e consumíveis.

d) OCSNG

Esta secção de ferramentas encontra-se disponível apenas quando activa o módulo OCSNG na configuração geral do GLPI (Administração - Configuração - Configuração geral - Activar modo OCSNG).

Uma vez configurado, pode importar equipamento de OCSNG, sincronizar equipamento já previamente importado com o OCSNG ou ligar material criado com GLPI com o listado em OCSNG.

Este software encontra-se disponível no seguinte web site : OCS Intenvory NG. 6 - Secção de plugins

Em http://glpi.indepnet.org, pode carregar plugins para extender as funcionalidades do GLPI. Uma vez copiados no repositório de plugins, GLPI irá listar automáticamente o novo plugin no respectivo menu. 7 - Secção de administração a) Gestão de utilizadores

Esta secção funciona exactamente da mesma forma das dos elementos no inventório. Pode adicionar, modificar, remover utilizadores ou pesquisar e exportar lista de utilizadores. Pode ainda expotar a lista de utilizadores no formato PDF ou SYLK.

Pode ainda desactivar utilizadores se assim o desejar.

A nível dos direitos : Pode escolher entre 4 tipos : - Super-Admin : Acesso a toda a consola central do GLPI e aidna os parâmetros de configuração da aplicação. - Admin : Acesso a toda a consola centra do GLPI e modificação dos parâmetros excepto de configuração da aplicação. - Normal : Aceso a toda a consola central do GLPI - permissão apenas de leitura. - Post-only : Acesso ao apoio técnico da secção do GLPI (Nova senha / Actualização de senhas / Reservas e FAQ públicas.

Pode atribuir o direito de um utilizador atribuir senhas. b) Configuração i) Caixas de selecção

Pode definir nesta zona os dados a serem usados nas listas das caixas de selecção.

Uma vez que seleccionou a lista a alterar, pode adicionar os elementos, alterar ou os remover.

Escolha o identificador na lista da caixa de selecção e use as seras flèche para alterar o seu nome ou comentário associado.

O comentário que introduziu será depois visivel na grande maioria dos formulários do glpi. Para o vizualizar basta colocar o rato sobre a imagem Aide associada á caixa de selecção.

Attention AVISO : Se remover elementos usado, então teŕa de efectuar a escolha entre modificar as entradas existentes, ou as colocar a NULL. ii) Dispositivos internos

Nesta zona pode alterar completamente os dispositivos internos que adiciona nos seus computadores. iii) Tipo de documento

Nesta secção, pode adicionar ou remover tipos de documentos autorizados que são suportados pelo GLPI. A informação necessária é : - O nome do tipo de documento. - Entensão de exemplo : .txt - O nome do ficheiro do icon pretendido para o documento desejado. Colocar o ficheiros dos icons no directório imagens/icons sob a estrutura do GLPI. - O tipo MIME é necessário. - Autorização de carregar ficheiros deste tipo (sim ou não).

Pode exportar a lista de tipos de documentos no formato SYLK ou PDF. iv) Endereços externos

Nesta secção pode definir os endereços para aplicações externas adaptadas por elementos do inventário.

Pode usar etiquetas particulares para que estas sejam substituidas pelos valores do elemento. Etiquetas válidas são : [ID], [NAME], [LOCATION], [LOCATIONID], [IP], [MAC], [NETWORK], [DOcentral].

Cada ligação pode ser associada a um ou mais tipos de materiais.

Exemplo :

- Um endereço http :

Pode criar um endereço externo tendo como nome: http://[IP ] que atribui ao seu equipamento de rede.

- Endereço RDP :

Para computadores com acesso remoto, pode criar uma ligação externa chamada access.rdp e and you enter the “File content” while inserting there the contents of a standard file RDP and by replacing the IP / Name / Docentral fields by standard TAGS [ IP ], [ NAME ], [ DOcentral ]. v) Modo OCSNG

Aqui é a secção onde configura o modo OCSNG.

Junta informação da ligação á base de dados OCSNG , as opções de importação e campos gerais de informação e dispositivos internosque deseje importar/sincronizar.

Relativamente ás opções de importação, pode limitar as etiquetas de importação preenchidas de antemão no OCSNG. Pode ainda definir o estado por defeito que introduziu anteriormente nas caixas de selecção ( Administração - Configuração - Menus de Selecção - Estado). vi) Configuração geral

A configuração geral da aplicação torna possível definir alguns parâmetros :

- Directório de instalação.

Attention AVISO : Este directório é detectado automáticamente na altura de instalação ou actualização, não deveria ter necessidade de alterar.

- A linguagem por defeito pela altura de criação de novos utilizadores.

- Nível de registo.

- O número de eventos a serem afixados correspondem a linhas de registo presentes após a autenticação na página central.

- O tempo de conservação dos registos.

Attention AVISO : Se os mantiver por demasiado tempo a sua tabela pode conter muita informção.

- Atribuição automática de senhas ao técnico responsável se existente.

- Inicio do ano fiscal : usado para toda a gestão comercial.

- Permitir solicitações anónimas (helpdesk.html) : activa ou não os pedidos anónimos de intervenções apartir do ficheiro helpdesk.html.

- Default threshold for cartridge and consumable count : Valor por defeito, modificável por cada tipo.

- Verificar actualização : permite definir a verificação automática semanalmente, mensalmente ou desactivação do processo.

- Adição automática de utilizadores apartir de autenticação externa : permite autorizar a autenticação externa ou desactivar o processo.

- Permitir utilizador “post-only” adicionar actualizações : autoriza utilizadores “post-only” adicionarem actualizações a senhas com helpdesk.

- Utilização do GLPI no Modo Normal / Verificação de erros / Tradução : O modo normal corresponde ao tradicional uso do GLPI. A verificação de erros está voltada aos programadores e para os testes de detecção de erros. O modo de tradução tem relevância aos tradutores e torna possível a visualização de todas as entradas do dicionário. vii) Configuração de Visualização

A configuração de visualização permite definir os parametros de pesquisa e listagem :

- Número de registo de eventos a serem listados : número de registos para visualização na recepção da página de consola central. (0 = nehum registo)

- Visualizar as intervenções na consola : para visualização (ou não) das intervenções activas na página de consola central.

- Número de elementos a serem listados por página (válido para todos os elementos listados - Rasto, computadores…).

- Número máximo de caracteres para cada elemento da lista : reduz o tamanho do número de frases para mostrar de forma a obter uma listagem mais legível.

- Limite de visualização de planeamento : para restringir a visualização do dia de trabalho efectivo.

- Cores prioritárias.

- Formato de data : permite a definição da data de visualização. (YYYY-MM-DD ou DD-MM-YYYY).

Attention AVISO : Mesmo que escolha o formato das datas no formato DD-MM-YYYY, na altura de pesquisa por data, é necessário o uso da sintaxe [Ano]-[Mês]-[Dia].

- Autoriza a visualização anónima da FAQ : permite ou não a consulta da FAQ pelos utilizadores anónimos (sem autenticação prévia).

- Número máximo de caracteres a serem visualizados nas caixas de selecção : permite estabelecer o limite do número de caracteres listados nas caixas de selecção.

- Usar Ajax : permite activar ou não o novo sistema AJAX do GLPI (gestão de pesquisa, campos de texto).

- Completar automáticamente as caixas de texto com Ajax : Se “Utilizar AJAX” encontrar-se acitov, torna-se possível visualizar -na altura de escrita de caracteres nas caixas de texto- os elementos já existentes na base de dados, graças a lista de resultados criada para este propósito.

- Caracter aleatório Ajax : caracter usado para pesquisar qualquer tipo AJAX. Permite a listagem de todos os elementos.

- Ajax - Número máximo de items visualizados : Limita o número de elementos visualizados na lista de resultados (excepto no caso de usar o caracter aleatório).

- Não usar Ajax se o número de items for menor que (0=nunca) : desactivar AJAX para pesquisas em que o número de elementos afixado na lista de resultados for menor que este valor.

- Texto da página de autenticação : texto a ser visualizado na altura de autenticação do GLPI.

- Visualizar o GLPI ID : permite a visualização do número interno de identificação de cada equipamento/software.

- Utilizar para item Anterior/Seguinte : permite definir a imagem Precedent e following permitindo-o nacegar dentro dos elementos do inventário de acordo com o seu ID ou nome. viii) Listagem dos campos de pesquisa pre-definidos

É nesta secção que será capaz de definir as colunas que pretende visualizar para cada tipo de equipamento/software. Tem a capacidade de adicionar, ou remover, ou ordenar as colunas visualizadas. ix) Actualizações de email

Esta secção permite-lhe activar as actualizações de intervenções por email. Se activar esta funcionalidade, emails serão enciados na criação da intervenção, durante a modificação da senha (por exemplo : designação de uma categoria), com a adição de cada actualização e com o fecho das intervenções.

- Pode introduzir o endereço email do administrador e a assinatura a cada emaill. pode adicionar um endereço a cada senha nos emails enviados, especificando o URL base que será usado.

- As outras opções permite-lhe limitar o processo de envio de emails. Para cada tipo de utilizadores, pode permitir o envio durante a criação de uma intervenção, a actualização de uma senha, actualizações posteriores e o fecho da intervenção. - Os grupos definidos : o administrador, todos os utilizadores do tipo ' admin' ou ' normal ', a pessoa responsável pela tarefa e o solicitador da intervenção. - O solicitador não irá receber email quando o próprio não activou as actualizações por email na altura do seu pedido.

Pode ainda definir o envio de emails para as revervas. x) Autenticação externa

A autenticação externa permite-lhe o uso de fontes alternativas de autenticação. Evitando assim a obrigação de adicionar manualmente os utilizadores.

Para que possa usar qualquer um dos modos de autenticação, primeiro tem que activar as correspondentes extensões na sua configuração PHP.

A primeira solução é utilizar um servidor de email : - Precisa de definir na primeira parte o servidor a ser usado. Para o definir correctamente siga o endereço php.net que fornece muitos exemplos.

Os vários parametros que irá seleccionar pode fornecer-lhe um conjunto de ligações deste tipo : - {localhost:110/pop3}, - {localhost:993/imap/ssl}, - {localhost:995/pop3/ssl/novalidate-cert}…

- O segundo parametro define o email que será automáticamente usado para preencher o endereço email dos novos utilizadores. Se o utilizador se chamar jose, o seu endereço será jose@docentral_email.

A segunda solução é usar LDAP ou servidor Active Directory. Para esta configuração, por favor leia a documentação correspondente no site GLPI.

A terceira solução é o uso de um servidor CAS. Uma vez configurado, pode sempre ligar com o utilizador local adicionando ?noCAS=1 ao seu endereço. xi) Verificar se existe disponível uma nova versão

Verifica a existência de actualizações na web http://glpi.indepnet.org e avisa na consola central no caso de encontrar-se disponível uma versão mais recente. c) Definições

Esta secção permite-lhe alterar a palavra-chave, para definir a ordem por defeito na listagem das senhas e para definir a linguagem que o interface deverá usar. d) Data (Dump/Restaurar)

Esta secção permite-lhe efectuar cópias de segurança da base de dados (“Dump SQL”).

Pode ainda remover os ficheiros de segurança, restaurar ou descarregar do servidor.

Pode gerar uma cópia de segurança com o formato XML da base de dados. (“Dump XML”). d) Registos

Esta secção permite-lhe visualizar e ordenar historicamente os registos. O grau e o tempo de conservação dos registos poderão ser parametrizados nas configurações do.